Brasil

Bem vindo ao país dos sensores

Objetos que sentem

Os sensores MEMS estão revolucionando o cotidiano das pessoas. Em pulseiras fitness, eles medem a atividade física e contribuem para uma saúde melhor. Em carros, eles identificam situações de perigo em um piscar de olhos. Em smartphones, eles ajustam a orientação da tela. Em Renningen, Reinhard Neul está trabalhando para aprimorar ainda mais esses órgãos sensoriais do mundo conectado.
"No futuro, quase todos os objetos do cotidiano serão equipados com sensores", afirma Neul. "Eles permitem que os objetos aprendam a sentir como nós. Coletam informações e são a tecnologia-chave para a Internet das coisas". Os sensores MEMS (sistemas microeletromecânicos) já são capazes de gravar e processar uma grande variedade de fenômenos, como temperatura, pressão atmosférica, movimentos, umidade, gases e muito mais.
O campus de pesquisa de Renningen visa aprimorar ainda mais esses recursos, por isso, foram ali criadas as condições perfeitas para realizar este trabalho. Isso inclui uma sala limpa de última geração, pois mesmo a menor das partículas de pó pode causar grandes problemas durante o desenvolvimento de estruturas MEMS. É por isso que a Bosch construiu no campus de Renningen uma sala limpa com as especificações técnicas mais atuais. Todo o ar que entra na sala é submetido a um processo elaborado de filtragem, reduzindo o número de partículas por metro cúbico em no máximo 370. Para se ter uma ideia, existem cerca de 35 milhões de partículas por metro cúbico de ar em um ambiente urbano normal.
"Em um ambiente de trabalho como esse, é muito divertido pesquisar constantemente novas áreas de aplicação para sensores", afirma Neul. E as áreas de aplicação são incrivelmente diversas. Por exemplo, os sensores poderão um dia ajudar a curar doenças. Demência e defeitos posturais são causados por alterações de movimento das pessoas. Os sensores podem detectar essas alterações, permitindo diagnosticar e tratar condições médicas em estágio inicial.

"Sensores são a tecnologia-chave para a Internet das coisas".

 

- Reinhard Neul

Teaser link icon

LINKS RELACIONADOS