Brasil

Direção autônoma

Um breve olhar sobre o futuro

Como será dirigir um carro daqui a dez anos? Isso é o que Lutz Bürkle está tentando descobrir pesquisando cenários específicos. Sua visão: um futuro sem acidentes de trânsito.

Pedestres são os mais vulneráveis nas ruas. Em 2014, 523 pedestres morreram só na Alemanha. O objetivo de Lutz Bürkle é mudar isso. Ele está trabalhando em um sistema de assistência capaz de desviar de pedestres, o que pode evitar até 58 % dos acidentes.

Para testar o novo sistema, Bürkle e sua equipe construíram um veículo de pesquisa. Um dos componentes-chave é uma filmadora estéreo. Montada atrás do para-brisas, ela produz imagens em 3D da área ao redor do veículo e detecta pedestres, tráfego próximo e obstáculos na estrada. Um computador no porta-mala analisa a informação. Se um pedestre aparecer de repente no campo de visão, o sistema analisa a probabilidade de colisão e o caminho que deve ser usado para evitá-la. Tudo isso acontece à velocidade da luz – mais de 10 vezes por segundo.

"Temos que prever onde o pedestre poderá estar dentro de um segundo", explica Bürkle. O desenvolvimento dos algoritmos necessários está no coração do trabalho da equipe. A expertise multifacetada em software da Bosch, em constante expansão, desempenha um papel importante aqui.

Em Renningen, graças à pista de testes construída no novo campus de pesquisa, Bürkle pode testar imediatamente os algoritmos desenvolvidos por ele em seu PC. O trabalho dos pesquisadores da Bosch está ajudando no desenvolvimento da direção autônoma. A partir de 2020, espera-se que a tecnologia Bosch permita que a direção autônoma nas estradas seja feita sem a supervisão constante do motorista.

"Imagine seu carro ser capaz de dirigir sozinho enquanto você lê o jornal atrás do volante. É nisso que estamos trabalhando".

 

- Lutz Bürkle

Teaser link icon

LINKS RELACIONADOS