Brasil

Vida Sustentável

Seu carro na tomada

O balanço mais recente, de 2015, indica que há 1,26 milhão de veículos desse tipo rodando pelo mundo, incluindo os híbridos carregados na tomada. Embora ainda haja concentração em poucos países (80% da frota está nos Estados Unidos, na China, no Japão, na Holanda e na Noruega), o número é 100 vezes maior que o registrado em 2010. No Brasil, são pouco mais de 4 mil veículos híbridos e elétricos, quantidade inferior diante dos 49,8 milhões contabilizados pelo Departamento Nacional de Trânsito.

Os veículos elétricos entusiasmam as pessoas por diversas razões: não queimam combustíveis fósseis durante a condução, o que significa zero emissões de CO², a condução é mais dinâmica do que os motores de combustão e produzem menos ruídos. A Bosch desenvolve sistemas de acionamento elétrico e sistemas de frenagem regenerativa para diferentes tipos de veículos, desde motores elétricos para veículos híbridos a veículos totalmente elétricos.

Bosch acelera na mobilidade elétrica

A Bosch está moldando o futuro da mobilidade e aproveitando de todas as suas oportunidades.De acordo com estimativas da Bosch, quase 20 milhões de veículos híbridos e elétricos serão produzidos em 2025. Neste contexto, a empresa considera a mobilidade elétrica uma importante área de atuação no futuro. Por este motivo, a Bosch está estabelecendo uma operação com foco na mobilidade elétrica. Essa unidade fará parte da nova divisão de negócios - Soluções de Powertrain.

Conheça o conteúdo na integra

8

Vida Sustentável

Como carregar um veículo elétrico?

PrimaPágina

A resposta parece fácil: ligando-o na tomada. Mas um carro não é um celular. Plugado à rede convencional, um automóvel demora cerca de oito horas para carregar totalmente. A saída tem sido usar estações de recarga, dispositivos que fornecem mais potência e aceleram o processo.

A Bosch trabalha no Brasil no desenvolvimento de dois modelos, ambos compatíveis com diversos tipos de veículos. O Power Max 2, de uso doméstico, é portátil e fácil de instalar. Com ajuda de um aplicativo, o usuário poderá acompanhar a recarga pelo smartphone, em tempo real – leva de três a quatro horas. O outro modelo, ainda em fase de protótipo, o Carga Rápida é para uso comercial. Leva 30 minutos para recarregar 80% da bateria. Também permitirá que o processo seja monitorado via aplicativo, que poderá ser ainda usado para localizar o eletroposto mais próximo.

Infraestrutura de carregamento

As soluções de software da Bosch possibilitam a conexão de pontos de carregamento explorados por um ou mais operadores. Isso permite aos condutores utilizar o seu smartphone para encontrar e reservar os pontos de carregamento disponíveis mais próximos. A tecnologia da Bosch também pode ser utilizada para conectar em diferentes redes de serviços de mobilidade, como por ex., compartilhamento de veículos elétricos, transportes públicos locais e compartilhamento de bicicletas elétricas. Isso possibilita criar modelos de negócio mais inteligentes e proporcionar o acesso a serviços de eletromobilidade a um número cada vez maior de pessoas. Saiba mais

8