Para experimentar as funcionalidades deste website, são necessários cookies. Por favor ative os cookies e atualize o navegador. Após a atualização, uma gestão de diálogo de cookies será apresentada.

Este website utiliza cookies por razões de funcionalidade, conforto e estatística. Você pode alterar essa configuração a qualquer tempo. Se você concorda com o uso de cookies, por favor clique em “SIM, eu concordo”. Nossa política de privacidade

 

Cadeia de Suprimentos

Cadeia de Suprimentos

Convenções e recomendações ILO

A ILO é a organização internacional responsável pela elaboração e supervisão de normas de trabalho internacionais. Mais informações sobre estas normas podem ser obtidas através do link abaixo.

Pacto Global das Nações Unidas

O Pacto Global da ONU é a maior iniciativa do mundo para responsabilidade social corporativa (CSR).

Anualmente, o volume de compras da Bosch soma um total de 25 bilhões de euros. A empresa tem consciência de sua responsabilidade em relação aos aspectos ambiental e social além das fronteiras da empresa e na cadeia de suprimentos. Por esse motivo, a Bosch implantou diretrizes de compras baseadas nos dez princípios básicos do Pacto Global das Nações Unidas. Os contratos com os fornecedores são redigidos estipulando que eles devem estar em conformidade com as normas trabalhistas básicas da International Labor Organization (ILO) [Organização Internacional do Trabalho] e as normas ambientais gerais. Elas incluem, por exemplo, a declaração das obrigações e a proibição dos materiais que sejam nocivos para o meio ambiente. São realizadas auditorias com os fornecedores para verificar se eles estão familiarizados e em conformidade com esses requisitos. A Bosch se recusa a trabalhar com empresas que violem essas regulamentações e espera que seus fornecedores preferenciais tenham um sistema de gestão ambiental certificado em vigor.

No Brasil, a Bosch concentra em fornecedores brasileiros 65% de suas aquisições de matéria-prima, peças e componentes. Cenários como este mostram que, ao manter uma relação de longo prazo com seus fornecedores e praticar uma política de suporte e desenvolvimento dos mesmos, a empresa faz um investimento social importante, que se converte em geração e manutenção de milhares de empregos indiretos no país.

O foco nas aquisições no mercado interno brasileiro estende-se às aquisições de serviços tão diversos como infraestrutura, logística, treinamento e informática. O estreito relacionamento da empresa com seus fornecedores é garantido por encontros regulares, para troca de ideias e atualizações.

Fornecedores estratégicos são convidados a participar do programa Fit For Global Approach (FFGA), no qual recebem treinamento durante um período entre 12 e 18 meses com o objetivo de se tornar fornecedores de classe mundial. Desde 2003, 32 fornecedores já passaram pelo programa. Destes, 13 tornaram-se fornecedores preferenciais para o Brasil e dois já exportam para unidades da Bosch localizadas no exterior. Entre 2003 e 2008 o investimento total no programa acumulou R$ 18 milhões. Se considerarmos somente o tempo empregado em sala de aula, cada fornecedor tem recebido quase 400 horas de treinamento.

A Bosch também procura trabalhar com fornecedores comprometidos e alinhados com seus valores de responsabilidade social. Os fornecedores asseguram, contratualmente, igualdade de tratamento a todos os seus colaboradores, não aceitação de qualquer tipo de discriminação e repúdio à exploração de trabalho escravo ou infantil. A empresa veta expressamente o uso de componentes ou substâncias nocivas à saúde nos produtos que adquire e incentiva seus fornecedores a certificar-se pela norma ISO 14001.