Para experimentar as funcionalidades deste website, são necessários cookies. Por favor ative os cookies e atualize o navegador. Após a atualização, uma gestão de diálogo de cookies será apresentada.

Este website utiliza cookies por razões de funcionalidade, conforto e estatística. Você pode alterar essa configuração a qualquer tempo. Se você concorda com o uso de cookies, por favor clique em “SIM, eu concordo”. Nossa política de privacidade

 

Investindo em ideias ecológicas

Investindo em ideias ecológicas

This Flash Video Player requires the Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Investindo em ideias ecológicas

Onde as apostas em novas empresas pagam dividendos de mais de uma forma.

“Eu espio com meu pequeno olho, algo…verde.” Muitos bons jogos infantis partem de uma premissa simples e, exatamente por causa disso, desenvolvem algo entusiasmante. Portanto, é quase lógico comparar o processo de fundar uma empresa com um jogo infantil. Normalmente, ele começa com uma ideia simples, que então se desdobra e toma forma. E quanto mais participantes existirem, mais entusiasmante ele se torna – e isso se aplica a jogos infantis e ao estabelecimento de uma empresa. Então, onde podemos espiar algo verde?

Virtualmente tudo na área ao redor do escritório central da Bosch em Schillerhöhe, Stuttgart, é verde – quase não existe nada além de árvores até onde a vista alcança. Muitos pesquisadores da Bosch também ‘pensam’ verde. Cerca de 45 por cento dos gastos com pesquisa e desenvolvimento têm uma característica marcante de desenvolver produtos que economizem energia e recursos.

Eles incluem lava-louças, sistemas de aquecimento e células solares ‘verdes’ (ecológicos). “Mas papai, nossa lava-louças não é branca?" “Sim, mas é assim..." E é aí que o jogo realmente se torna entusiasmante.

Onde mais podemos espiar algo verde? “Nós espiamos células solares orgânicas”, afirma a Heliatek. “E nós espiamos baterias de íons de lítio”, diz a Samsung. "Também espiamos algo verde", afirma a GreenPeak, "a saber, tecnologia sem fio que colhe a sua própria energia". "Hum", diz a Bosch, "nós também estamos procurando. Conte um pouco mais e talvez possamos trabalhar em conjunto para fazer coisas ainda mais ecológicas (verdes). Isso é onde o jogo começa a ficar entusiasmante para as empresas também.