Brasil

Vida Fascinante

Quase Real.

Prima Página

Já imaginou combater o crime na pele do seu herói preferido? Ou desbravar o espaço, travando batalhas interestelares? Hoje isso é possível no universo da realidade virtual.

O conceito de VR – (virtual reality) vem sendo perseguido desde a década de 1960, explica o professor de computação Diogo Cortiz, (PUC-SP). Mas os modelos de óculos desenvolvidos no passado eram muito caros, ficavam restritos a universidades ou a treinamentos militares. “Também eram pesados e não tinham capacidade de processamento gráfico suficiente para criar algo imersivo".

Com o passar dos anos, essas limitações foram superadas. Hoje, os óculos contam com três tecnologias para oferecer uma experiência próxima da realidade. Os giroscópios indicam a direção em que está a cabeça. Os acelerômetros captam a velocidade de rotação e os sensores — que podem ser em infravermelho ou ultrassom — detectam os movimentos realizados pelo jogador.

Consequentemente, os laços que o usuário cria com os personagens são muito mais intensos, abrindo a possibilidade de explorar emoções como medo, felicidade e tristeza de forma nunca antes experimentada no mundo dos games.

A realidade virtual é uma grande tendência no mercado de tecnologia. Você pode se divertir com uma variedade de conteúdo entre filmes, apps e jogos. Confira no site da TecMundo.

A Internet das Coisas irá mudar o nosso dia a dia para sempre, aliás, já está mudando. Saiba mais.

Teaser link icon

A Bosch é umas das maiores fabricantes de sensores do mundo. Os acelerômetros e giroscópios produzidos pela empresa estão presentes em uma série de situações cotidianas. Os acelerômetros, por ex., ajudam a reorientar a tela do telefone quando o aparelho é colocado na posição horizontal.

Vida Fascinante

Uma tecnologia que já está perto de você

Consoles de jogos fazem parte da vida diária de muitas pessoas. Futebol, dança, tênis e uma infinidade de jogos utilizam detecção de movimento. Evidentemente, muitas aplicações de jogos utilizam sensores MEMS (Sistemas Microeletromecânicos), ex. sensores de aceleração para detectar movimentos para melhorar a experiência de jogo do usuário. Detectar o movimento particular do usuário é convertido em uma interface baseada em movimento para um jogo. Isso abre um mundo de oportunidades para interfaces de usuário mais simples e interativas.

Os MEMS são componentes fundamentais em um mundo conectado. Medindo apenas alguns milímetros, eles contêm estruturas microscópicas delicadas feitas de silício.

Os sensores utilizam essas estruturas para medir aceleração, pressão do ar, campo geomagnético, som, taxa de guinada, temperatura, umidade e a qualidade do ar. Objetos que não possuem seus próprios componentes eletrônicos, como portas ou janelas, podem ser equipados com uma interface de rádio minúscula e eficiente, além de uma pequena bateria, para que possam registrar o ambiente e se tornar parte da internet das coisas.

Bosch Sensortec – conheça mais sobre os sensores Bosch e fique por dentro de todas as aplicações .

Teaser link icon

A Internet das Coisas irá mudar o nosso dia a dia para sempre, aliás, já está mudando. Saiba mais.

Teaser link icon
2