Brasil

Como alimentar o mundo

A agricultura no limite

Plantar nem sempre é o suficiente para colher. Cultivar em áreas extremas e obter bons resultados é uma tarefa que exige dedicação, estudo e investimento em tecnologia. Áreas alagadas, áridas ou com relevo irregular são as que demandam mais atenção do produtor e que, consequentemente, têm chamado mais atenção das empresas e dos centros de pesquisa dedicadas a inovação no meio agrícola.

É por isso que, a fim de aperfeiçoar o trabalho dos agricultores das mais diversas regiões e, com isso, garantir que o mundo estará abastecido de alimentos nos próximos anos, a Bosch tem investido em soluções de Internet das Coisas (IoT) para a agricultura, tendo como foco a produtividade, a eficiência e a sustentabilidade.

Com o avanço da agricultura de precisão, é possível fazer uso otimizado da água, reduzir as aplicações de defensivos agrícolas e produzir em locais em que o acesso é difícil e as mudanças climáticas, drásticas.

Por meio de sensores desenvolvidos para necessidades específicas do setor, as tarefas do produtor tornam-se mais fáceis e assertivas: esses dispositivos geram dados que permitem ao agricultor maximizar o controle da produção e, assim, traçar estratégias adequadas a cada cenário.

Quer entender como a Bosch está inserida nessa realidade? Passe para a próxima tela e leia mais!

2

Conheça os desafios e soluções Bosch para a agricultura em regiões extremas.

Teaser link icon

Entenda como as tecnologias Bosch estão melhorando a qualidade dos alimentos.

Teaser link icon

Como alimentar o mundo

A Bosch e as soluções para áreas extremas

Desenvolvidos por uma startup apoiada pela Bosch, os sensores CropX acompanham e mapeiam as condições do solo e sinalizam, por meio de alertas no smartphone, qual é o momento certo de irrigar a plantação. Assim, é possível driblar os prejuízos ocasionados pela ausência de chuva em algumas áreas.

Regiões muito secas também são mais suscetíveis a queimadas. Por isso, para evitar perdas nessas localidades, a Bosch desenvolveu a MIC IP 7000, uma câmera capaz de identificar a presença de fogo e fumaça em uma lavoura. Esse monitoramento é capaz de, inclusive, alertar a ocorrência e acionar a brigada de bombeiros, por exemplo.

Desenvolvido pela Stara, em parceria com a Bosch Rexroth, o Imperador 3.0 é um equipamento com duas funcionalidades: pulverizar defensivos agrícolas e distribuir fertilizantes de maneira mais eficiente em terrenos com inclinação de até 31,7°.

Além de otimizar a potência do motor a diesel e, assim, evitar o consumo excessivo do combustível, a máquina permite troca de marchas mesmo em movimento, o que faz aumentar consideravelmente a produtividade.

2

Saiba como as soluções Bosch para pulverizadores agrícolas otimizam a produção

Teaser link icon

Descubra o sistema Bosch para detecção de incêndios.

Teaser link icon